uma nova bienal, da américa do sul para o mundo

O ano de 2017 marcará a inauguração da primeira Bienal Internacional de Arte Contemporânea da América do Sul (BIENALSUR). A grande novidade é a possibilidade de visitar as exposições internacionais sem sair do Brasil, através da tecnologia de realidade aumentada.

A iniciativa inovadora possibilitará que, ao visitar as sedes brasileiras da BIENALSUR (em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Sorocaba e Pernambuco) poderá ver-se as montagens dos centros culturais ocupados em outros 30 cidades de 15 países (incluindo Europa e Ásia), criando um modelo inédito de Bienal.

“Será possível participar ao mesmo tempo de diferentes exposições e eventos relacionados em cidades que, apesar da distância espaço-temporal, estão interconectadas. O que isso quer dizer? Que uma pessoa que esteja na exposição em Bogotá poderá sentir que faz parte de uma grande rede cultural, por meio de telas com projeções das exposições de outros países. Com isso, estamos tentando integrar nossos países através da cultura”, explica Aníbal Jozami, diretor geral da BIENALSUR.

museu nacional de belas artes de buenos aires, uma das sedes do BienalSur

O evento acontecerá entre setembro e dezembro. Com um modelo inovador, a BIENALSUR buscará acompanhar o pulsar das demandas da atualidade e apresentar um panorama dos caminhos da arte contemporânea.

ONDA

Generic selectors
Exatamente
Procurar Titulos
Procurar no Conteúdo
Procurar nos posts
Procurar nas Páginas

OUTRAS DO BLOG