roda viva, 50 anos depois

Há 50 anos, a peça Roda Viva era encenada.

Escrita por Chico Buarque no final de 1967, em sua primeira experiência no teatro, a peça estreou no Rio de Janeiro, no início do ano de 1968, contando com a direção de José Celso Martinez Corrêa, o Zé Celso, contando no elenco com Marieta Severo, Heleno Pests e Antônio Pedro.

A primeira temporada no Rio foi um grande sucesso, mas a obra virou um símbolo da resistência contra a ditadura somente durante a temporada da segunda montagem, que contou com Marília Pêra e Rodrigo Santiago no elenco.

Segundo a Revista ‘O Cruzeiro’ de 9 de novembro de 1968, participaram do ataque ao elenco do espetáculo Roda Viva um grupo de cerca de 110 pessoas, do Comando de Caça aos Comunistas (CCC), invadiu o teatro Galpão, em São Paulo, espancou artistas e depredou o cenário.

Após o revés na capital paulista, o espetáculo voltou a ser encenado, desta vez em Porto Alegre. No entanto, os atores da peça voltaram a ser vítimas da violência e intransigência do CCC e, após este segundo incidente, o Roda Viva deixou de ser encenada.

Cinquenta anos depois, Chico Buarque autorizou o dramaturgo e diretor Zé Celso a remontar a peça, que busca seu financiamento através de uma vaquinha coletiva. Você pode ajudar através do link.

Viva o teatro brasileiro de resistência!

COMPARTILHE

OUTRAS DO BLOG

Download Nulled WordPress Themes
Free Download WordPress Themes
Download Premium WordPress Themes Free
Premium WordPress Themes Download
online free course
download samsung firmware
Free Download WordPress Themes
ZG93bmxvYWQgbHluZGEgY291cnNlIGZyZWU=