reflexos em um quarto negro

Under the Skin (2013) é um filme realizado por Jonathan Glazer e estrelado por Scarlett Johansson. O filme presencia as caçadas e presas sexuais capturadas por uma mulher de origem desconhecida. Ela encontra com homens aparentemente comuns e os convida para sua casa. Mal sabem o que lhes espera…

Destaca-se no filme o ritmo contemplativo e a trilha sonora incrivelmente realizada pela compositora e cantora britânica Micachu. O filme se constrói nos contrastes estabelecidos, seja entre o uso de não atores e atores, entre a encenação e o documentário, entre o realismo e o uso de efeitos especiais ou entre o som ambiente em contraste com a trilha sonora atmosférica.

A atmosfera cinza e a noite vulgar da Escócia são alguns dos palcos em que essa caçada acontece, mas o ambiente que de alguma forma se destaca no filme é o quarto negro para onde Scarlett atrai suas vítimas. Esse espaço (ou não-espaço) se assemelha com uma teia de aranha para onde o predador atrai sua presa e ela se vê incapaz de escapar.

Essas sequências são realizadas de forma simples mas conseguem criar um efeito visual único. O quarto negro possui no chão uma forma líquida que aprisiona suas vítimas, transportando para uma outra realidade e reduzindo-as apenas a sua pele.

Um efeito semelhante foi utilizado na série Stranger Things, durante alguns momentos em que a protagonista Eleven procurava fazer contato mental com outro personagem. Ela acionava esse não lugar de chão reflexivo e se isolava do mundo real. A construção desse espaço trás uma referência clara ao filme de Jonathan Glazer, apesar de ser muito mais uma construção simbólica do que um espaço real.

Essa construção de um espaço paralelo capaz de assumir múltiplos espaços nos inspirou para criar a cenografia da ONDA#17 – LÍQUIDO: INCERTEZA. Queremos partir da teoria da liquidez pós-moderna criada pelo sociólogo polonês Zygmunt Bauman para receber processos criativos de artistas que desenvolvem seu trabalho usando água, refletindo a era de incertezas que vivemos como o possível esgotamento dos recursos hídricos.

Nosso espaço se tornará, então, um lugar distante e opaco à realidade, mas também profundamente conectado com os movimentos constantemente realizados pela sociedade em que vivemos. Usaremos a água para criar esse efeito reflexivo e refletindo as possibilidades do nosso futuro.

 

para saber mais:

Generic selectors
Exatamente
Procurar Titulos
Procurar no Conteúdo
Procurar nos posts
Procurar nas Páginas

OUTRAS DO BLOG

Download Premium WordPress Themes Free
Download WordPress Themes
Premium WordPress Themes Download
Download WordPress Themes
free online course
download lenevo firmware
Download Best WordPress Themes Free Download
online free course