amores líquidos

SERVIÇO DE UTILIDADE PÚBLICA
Quatro convidados encontram o jornalista Mauro Dahmer para elaborar hipóteses sobre o amor no mundo líquido contemporâneo.

EDITORIAL

No terceiro SUP – Serviço de Utilidade Pública – Mauro Dahmer recebe convidados para discutir o amor em uma sociedade cada vez mais ‘líquida’, conceito cunhado pelo sociólogo polonês Zygmunt Bauman para as recentes transformações que impactaram a vida humana no último século.
Que mundo é esse em que acordamos todos os dias para desaguar numa fluidez sem fim, alterando as formas como entendemos nossos relacionamentos, em um universo cada vez mais mediado por tecnologias? Como a revolução digital, a internet e a transitoriedade permanente das tecnologias transformaram os sentidos e o próprio conceito do amor?
Traremos conceitos de sociólogos que ajudam a entender o mundo contemporâneo, como o próprio Zygmunt Bauman, Marshall Berman e Guy Debord, que nos ajudarão a elaborar hipóteses para entendermos se ainda há amor no mundo pós-moderno.

[topo]

ANDRÉ PERFEITO

O primeiro convidado foi André Perfeito. No seu bate papo com o jornalista Mauro Dahmer, o economista falou sobre o encontro entre amor e capitalismo. Como a economia se encontra com as relações afetivas?

“O capitalismo não precisa mais da família tradicional. Outras formas de amor, ou de viver, também se tornam rentáveis. A liberdade é dada, mas também é cooptado pela sociedade do consumo.”

[topo]

MARÍLIA MOSCHKOVICH

A segunda convidada foi Marília Moschkovich. Em seu bate papo com o jornalista Mauro Dahmer, a socióloga falou sobre o amor e a luta da mulher pela igualdade de gêneros e como intelectuais, ao longo do século, trouxeram novos conceitos para a questão.

“As pensadoras feministas fazem a crítica entre a maneira que vivemos o amor e a desigualdade entre o homem e a mulher pois, entre os gêneros, há a possibilidade de um exercer poder sobre o outro.”

[topo]

GIULIANO SAADE

O terceiro convidado foi Giuliano Saade. O diretor falou sobre o mundo pós-moderno e a ONDA#17, em que discutiu-se os conceitos de Bauman através de expressões artísticas.

“Minha filha tem três anos e eu não consigo prever qual emprego ela vai ter, que relações ela vai estabelecer, se é que já foram inventados. Antes a vida era muito mais previsível, planejada.”

[topo]

NINA LEMOS

A quarta convidada foi Nina Lemos. A jornalista falou sobre o amor nos tempos de liquidez e a sua percepção do mundo pós moderno a partir de sua vivência na Alemanha, uma realidade distante da brasileira.

“Eu me casei através de um aplicativo de encontro. Acredito que no Brasil haja muito preconceito, enquanto na Europa é mais normal. Usei um aplicativo que se chama OK Cupid, em que você preenche um formulário com as suas preferências e encontra pessoas que têm gostos em comum com você.”

[topo]

CONVIDADOS

[topo]

RE-INPIRAÇÕES

[topo]

Free Download WordPress Themes
Download Nulled WordPress Themes
Download WordPress Themes Free
Premium WordPress Themes Download
free download udemy paid course
download micromax firmware
Download Premium WordPress Themes Free
udemy paid course free download