parque minhocão

O projeto do Elevado Costa e Silva, o popular Minhocão, apareceu pela primeira vez na gestão do prefeito Faria Lima (1965-1969). Seu sucessor Paulo Maluf retomou a ideia muito pela pretensão de realizar obras colossais, algo em voga durante a ditadura militar, que promovia obras faraônicas por todo o país, como é o caso da Transamazônica, uma estrada inaugurada em 1972 mas que permanece inacabada até os dias de hoje.

O elevado, que liga a praça Roosevelt, na região central, ao largo Padre Péricles, causou um impacto gigantesco na região. Atualmente, Passam pelo elevado 70 mil veículos por dia, segundo dados da CET. O elevado possui 2,8 km, 15 a 22 metros de largura, dependendo do trecho, e está a 5,5 metros de altura das vias terrestres.

Todo esse tamanho e suas dimensões transformaram profundamente a vida das pessoas que moram na região. É notório o barulho que os carros que passam na via e também a sujeira que se espalha nos andares superiores dos prédios que rodeiam o elevado, causando um deterioramento da qualidade de vida na região e, consequentemente, a sua desvalorização.

Em 2016, passou a fechar às 15h dos sábados e não abrir aos domingos e feriados, fortalecendo esse movimento de ocupação popular e democrático e proporcionou outros usos para a via, como um espaço de show, música, cultura e lazer. . Outra mudança que ocorreu foi em seu nome: se antes era homenageava o ditador Artur da Costa e Silva, passou a se chamar Elevado João Goulart, último presidente democrático antes da ditadura militar.

A futura desativação do parque passa por dois caminhos: sua destruição ou sua desativação para se tornar um parque.

O projeto de Lei (PL) 10/2014 proíbe o trânsito de veículos motorizados e transforma o Minhocão em parque de forma definitiva. Em até três meses após a sanção, a circulação de automóveis no elevado será proibida também aos sábados. Em nove meses, o Minhocão será fechado ainda durante as férias escolares. Depois, o horário de bloqueio aos veículos motorizados durante a semana será ampliado e, após quatro anos, o trânsito de carros será definitivamente proibido.

Assim nascerá o Parque Minhocão.

A solução, além de mais humana e dar aos paulistanos, em definitivo, uma área de lazer com 2,8 km de extensão no espaço público, tem custo muito inferior ao investimento de derrubar o elevado, por exemplo.

 

para saber mais:

COMPARTILHE

OUTRAS DO BLOG

Premium WordPress Themes Download
Download WordPress Themes
Free Download WordPress Themes
Premium WordPress Themes Download
udemy free download
download xiomi firmware
Download Premium WordPress Themes Free
udemy course download free