noites para história

A noite, esse período mágico, muitas vezes marcaram acontecimentos que entraram para a história e alteraram os rumos da humanidade. Conheça algumas delas!

Noite das Garrafadas

No dia 20 de novembro de 1830, o jornalista Líbero Badaró, que denunciava o autoritarismo do imperador D. Pedro I, é assassinado – e supõe-se que foi a mando do próprio governante. Os assassinos eram aliados políticos do imperador e esse episódio desencadeou uma onda de manifestações contrárias ao seu governo.

Em março de 1831, D. Pedro I viaja para Minas Gerais, sendo hostilizado pelo povo mineiro. No dia 11 de março ele retorna ao Rio de Janeiro, onde volta a encontrar oposição aberta nas ruas da cidade. O conflito culminou na noite do dia 13, quando os portugueses organizavam uma grande festa para recepcionar o governante, mas os brasileiros revoltosos atacaram com pedras e garrafas. Foi uma disputa entre os aliados do partido português – favoráveis ao imperador – e os liberais do partido brasileiro – opositores ao mesmo. Esse episódio teve importância primordial na crise política que resultaria na abdicação de D. Pedro I em 7 de abril.

Noite dos Longos Punhais

Na noite de 30 de Junho de 1934, na Alemanha, quando as lideranças da SA (milícia do Partido Nazista) foram assassinadas por comando de Adolf Hitler. Ernst Röhm, um defensor radical do totalitarismo, antiburguês e anticomunista, causava embaraços à estratégia política do “moderado” Adolf Hitler. Também conhecida como “Noite da Purga Sangrenta”

Noite Sangrenta

Noite Sangrenta é a designação pela qual ficou conhecida a revolta radical de marinheiros e arsenalistas, que ocorreu em Lisboa a 19 de Outubro de 1921, no decurso da qual foram assassinados, entre outros, António Granjo, então presidente do Ministério, Machado Santos e José Carlos da Maia, dois dos históricos da Proclamação da República Portuguesa, o comandante Freitas da Silva, secretário do Ministro da Marinha, e o coronel Botelho de Vasconcelos, antigo apoiante de Sidónio Pais no Arsenal da Marinha.

Noite da Agonia

A noite da agonia foi um episódio da história do Brasil Império, ocorrido na madrugada de 12 de Novembro de 1823, durante a Assembleia Constituinte , no Rio de Janeiro, que estava encarregada de redigir a primeira Constituição do Brasil, no qual D. Pedro I mandou o Exército invadir o plenário da Assembleia Constituinte, que resistiu durante horas mas não conseguiu evitar sua dissolução.

Noite das Barricadas

O episódio da noite das barricadas ocorreu no dia 10 de Maio de 1968, dentro do contexto das manifestações estudantis daquele ano, concentradas na então recém-criada Universidade Paris-Nanterre. Encabeçados pelo líder estudantil Daniel Cohn-Bendit, os estudantes promoveram uma série de manifestações, apoiados por seus colegas de outros centros universitários parisienses, como o da Universidade de Sorbone.

COMPARTILHE

OUTRAS DO BLOG