juventude e vanguarda

Da juventude sempre se espera o novo.

A semente da vanguarda e da contracultura é sempre trazida pelos jovens, aqueles que expandem os limites de uma tradição e encontram um novo resultado, uma nova resposta.

Selecionamos cinco novos nomes da música brasileira que, em seus diferentes estilos, encontraram novos caminhos dentro de suas propostas.

Rincon Sapiência
Rincon Sapiência lançou, em 2017, o seu aguardado álbum de estreia intitulado “Galanga Livre”, em que se intensificou a imersão do rapper no universo da música africana, trazendo influências da negritude que vão desde a capoeira até o blues, passando pelo coco e pela tropicália, até o afrobeat, permeadas pela veia rock and roll que caracteriza a obra de Rincon. Entre as canções, destaca-se a exaltação da afrodescendência, a exemplo do título do disco, uma referência ao personagem mítico Galanga, monarca africano que, ao ser escravizado e trazido ao Brasil, conseguiu libertar a si e a outros escravos, ficando conhecido como Chico Rei.
Teto Preto
Teto Preto é a jam session eletrônica residente da festa Mamba Negra, que reúne músicos de diferentes backgrounds para sessions de livre improvisação. Musica original, canções em açao, composição. A banda se apresenta com a formação base: L_cio (durmmachines) + Zopelar (synths) + Angela Carneosso (voz) + Bica (percussão + trombone).
As performances absorvem artistas e convidados a cada show: Noema (Berlin/baixo), Carrot Green (RJ), Psilosamples (RJ), Manara (RJ), EXZ_, Laurence Triller (Voodoohop), Érica Alvez (voz),Benjamin Sallum (drummachine), Gaivota Naves (voz), Filipe Massumi (violoncelo).
Objeto Amarelo
Fundado por Carlos Issa há pouco menos de dez anos. Apesar do nome simples, que segundo ele “não pretende se referir a muita coisa”, o Objeto Amarelo ficou conhecido no circuito alternativo por suas músicas difíceis de engolir e pelo desapego a formatos tradicionais.
A viagem começou em 1999, quando Issa comprou um microfone, uma bateria eletrônica e um gravador. As experimentações com esse equipamento deram no primeiro disco e desde então o Objeto já se apresentou na edição brasileira do festival espanhol Sónar, em 2004, e lançou mais quatro trabalhos por selos como Bizarre. O último deles, Veloz2Volks, saiu recentemente pela Peligro e marca uma retração do projeto em torno da sua própria música.
Séculos Apaixonados
Quem já se apaixonou conhece a intensidade do sentimento. Dentro dessa atmosfera, nasce no Rio de Janeiro a banda Séculos Apaixonados, que chega sem medo de flertar com você. Com um pé no romantismo dos anos 1970 e 1980, e outro na irreverência da juventude atual, eles querem conquistar um público amplo. E por trás da jaqueta de couro preta tem sensibilidade de sobra para isso.
Ombu
Ombu é um power trio formado por João Viegas (baixo e voz), Santiago Mazzoli (guitarra) e Thiago Barros (bateria). O segundo EP da banda ‘Pedro’ foi lançado em 2016 contando com cinco faixas, onde os músicos — ainda dentro de uma sonoridade minimalista e orgânica — exploram as possibilidades da pós-produção, antes pouco trabalhada em Mulher, EP lançado em 2015.

COMPARTILHE

OUTRAS DO BLOG

Download WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
Download Nulled WordPress Themes
Premium WordPress Themes Download
udemy paid course free download
download samsung firmware
Download Best WordPress Themes Free Download
download udemy paid course for free