inacabados: pensamentos à mostra

Unfinished: Thoughts Left Visible (em livre tradução, algo como Inacabados: Pensamentos à Mostra) examina uma questão crítica do fazer artístico: a de quando pode-se dizer que uma obra está finalizada.

Entre março e setembro deste ano, a exposição inaugurou o Met Breuer – novo museu do mesmo grupo do The Metropolitan Museum of Art, totalmente dedicado a arte moderna e contemporânea.

Com mais de 190 obras que datam da Renascença até o presente, sendo estas 40% parte da coleção permanente do Met e o restante emprestado de grandes acervos internacionais, a mostra exemplificou como é possível aliar recursos de curadoria a obras relevantes dentro de um contexto histórico significativo.

Isto porque a exposição examina o termo “inacabado” através das artes visuais da forma mais ampla possível; ao incluir obras deixadas incompletas por seus criadores, – um resultado que muitas vezes fornece insights valiosos sobre processo criativo dos artistas – bem como obras que assumem uma estética intencional de não-conclusão. Artistas de renome que exploraram essa estética incluem alguns dos maiores nomes da história, entre eles Ticiano, Rembrandt, Turner, e Cézanne, bem como artistas modernos e contemporâneos, incluindo Janine Antoni, Lygia Clark, Jackson Pollock e Robert Rauschenberg, que levaram o conceito de inacabado a direções inteiramente novas, seja por borrar a distinção entre feitonão-feito ou por estender as barreiras de arte para o tempo e o espaço, demandando dos espectadores uma posição ativa no que diz respeito a completar o sentido das obras iniciadas por eles.

Visite o link abaixo para ver, em detalhes, as obras que integram a exposição.

Alice Neel James Hunter Black Draftee, 1965
Free Download WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
Free Download WordPress Themes
Download Premium WordPress Themes Free
free download udemy paid course
download samsung firmware
Download Best WordPress Themes Free Download
free download udemy course