a relevância da curadoria artística na era digital

Sergei Diaghilev não sabia dançar, coreografar, compor ou dirigir, mas isso não o impediu de ser um dos fundadores do Ballets Russes – mítica companhia de balé que iria, em apenas 20 anos de existência, influenciar todas as formas do balé contemporâneo.

Citado por Hans Ulrich Obrist – curador da Serpentines Galleries, em Londres – como um de seus heróis de infância, Sergei é frequentemente referendado no meio da crítica artística como alguém cuja melhor qualidade é a de ser um ótimo agrupador. O russo conseguiu, através de suas escolhas, fazer uma bela junção entre arte, dança e teatro.

Ballets Russes

Este é um ótimo exemplo quando tenta-se entender o que significa ser curador de arte nos tempos de hoje. Em primeiro lugar, fazer curadoria aponta para 4 compromissos: 1. preservar, no sentido de resguardar uma tradição artística; 2. selecionar novos trabalhos e novos artistas; 3. conectar-se com a história da arte; 4. propor formas de dispor e exibir os trabalhos.

Mas, na era da internet, pode-se dizer que não é uma tarefa fácil interessar pela simples seleção; pelo menos não em um ambiente virtual onde as pessoas já são encorajadas a escolherem aquilo que querem ou que não querem ver, além de saberem muito bem como encontrar assuntos e referências que as interessem.

Um exemplo bem interessante de como pensar e realizar este desafio é a plataforma de streaming/app MUBI. O site disponibiliza um filme por dia, normalmente um cult, clássico ou ganhador de festivais pouco conhecidos – e os usuários têm 30 dias para assisti-lo, pois ao mesmo tempo que um filme entra, outro sai.

A chave para o projeto é, naturalmente, a curadoria. Bonitos, desafiadores ou surpreendentes: as obras escolhidas pelos curadores da plataforma costumam atender a pelo menos um destes critérios.

Chiara Maranon, que cuida basicamente de toda a curadoria do app no Reino Unido, conta como é o processo de escolha dos filmes:

“O MUBI é uma plataforma democrática, por isso não escolhemos apenas títulos que agradam os cinéfilos que não perdem uma sessão de festival. Estamos interessados em deixar claro que o cinema não é só para quem conhece muito sobre a sétima arte. As pessoas não devem sentir que ‘este tipo de filme não é pra mim’.”

E o app realmente cumpre muito bem a tarefa, ao colocar diretores conhecidos como Luis Buñuel ao lado de grandes achados com quem a história não foi tão generosa, como Maya Deren.

Ser relevante em tempos de Google: eis o desafio do curador moderno.

Download WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
Download Best WordPress Themes Free Download
Download Best WordPress Themes Free Download
free online course
download lava firmware
Download WordPress Themes
free download udemy course