curadoria além da arte

Uma figura vem se tornando cada vez mais proeminente em diferentes ramos do conhecimento: a do curador.

Se antes já falamos o que é um curador de arte e quais são as suas atribuições, agora queremos refletir sobre sua formação e seus campos de atuação, que tem se diversificado e encontrado sinônimos que, por vezes, parecem se distanciar do papel original de um curador de arte.

A lógica é simples: um curador é alguém altamente especializado em determinado assunto ou área, capaz de criar traduções e recortes desse universo para diferentes públicos, leigos e entusiastas.

Essa lógica se aplica para essas novas formas de curadoria, como a curadoria de moda, de flores ou de biblioteca. Essas novas atividades são uma representação clara da incapacidade do indivíduo realizar suas próprias escolhas em uma existência progressivamente mais alienada em relação ao universo de possibilidades. Nas feiras de vendedores independentes que pipocam por SP, a figura do curador também se tornou comum, como alguém que pré-seleciona os vendedores participantes.

Outra figura que se faz presente é a do curador de conhecimento ou de conteúdo, funções que extrapolam o universo das artes, e representam também essa capacidade de buscar, filtrar e reunir informações interessantes aos seus clientes, criando uma visão atualizada e inovadora em um universo saturado de noticias e conteúdos.

Claramente, a forma de assumir esses diferentes ofício e que justifica a nomeação de “curador”, é o aprofundamento na área escolhida de forma a dominar com naturalidade seu próprio campo e a capacidade de traduzir esse conhecimento, terceirizando esse conteúdo enquanto atividade profissional. Parece indispensável, também, possuir alguma experiência profissional na área escolhido, o mesmo vale para o curador de arte, obviamente.

Em um mundo de possibilidades, se tornar curador torna-se tendência.

 

para saber mais:

Generic selectors
Exatamente
Procurar Titulos
Procurar no Conteúdo
Procurar nos posts
Procurar nas Páginas

OUTRAS DO BLOG