auroville, o lugar da utopia

No sul da Índia, no Estado de Tamil Nadu, existe uma comunidade internacional chamada Auroville, que mais parece a concretização da utopia cantada por John Lennon em Imagine.

A cidade sem políticos, classes sociais, religiões e governada pelas pessoas foi fundada seguindo os princípios da Filosofia do Yoga Integral, concebida e desenvolvida por Sri Aurobindo e Mirra Alfassa. A ideia da cidade começou a ser esboçada na década de 1930, mas foi somente em 1960 que a proposta oficial para a sua construção foi apresentada ao Governo da Índia, que deu a sua autorização. A proposta foi então encaminhada para a Assembleia Geral da UNESCO, que a aprovou com unanimidade.

Desde sua fundação, em 1968, Auroville recebe pessoas de todo o mundo, inclusive do Brasil. A população da cidade hoje é cerca de 2 mil habitantes, mas com capacidade para receber até 50 mil moradores.

Num ato simbólico durante sua inauguração, 124 países trouxeram punhados de terra que foram armazenados em uma urna em formato da flor de lótus, colocada na Área da Paz da cidade.

Como qualquer cidade, Auroville possui escola, restaurantes, padarias, hospitais, cinemas e lojas. Mas, diferente do convencional, ela é autossustentável e por lá, não há muito o que comprar. Não se anda de carro, apenas de bicicleta e moto, e o estilo de vida não dá margem para ostentação ou consumismo.

Em sua organização política, não há cargos públicos ou hierarquias governamentais. Para resolver impasses ou propor mudanças, reúne-se um conselho geral com delegados para debater as questões.

Por lá, o estado não se mistura com a prática religiosa. Não existe uma crença oficial. A regra é clara: contanto que não haja perseguição política, cada cidadão é livre para exercer sua religião, ou até mesmo não exercer nenhuma.

Auroville tem todo o tipo de gente: fumantes e não-fumantes, bebedores, abstêmios, vegetarianos, carnívoros, praticantes e não praticantes de meditação, trabalhadores de escritório, silvicultores e outros. O elo em comum é que todos eles voluntariamente se colocaram no caldeirão multicultural que é a cidade, e aceitaram resolver suas diferenças de uma forma nova e mais elevada, revendo conceitos e práticas ao invés de exigir isso automaticamente do outro, procurando, enfim realizar o ideal da unidade humana dentro de uma diversidade.

ONDA

Generic selectors
Exatamente
Procurar Titulos
Procurar no Conteúdo
Procurar nos posts
Procurar nas Páginas

OUTRAS DO BLOG

COMPARTILHE

Download Nulled WordPress Themes
Free Download WordPress Themes
Download WordPress Themes Free
Download Nulled WordPress Themes
udemy course download free
download coolpad firmware
Download WordPress Themes Free
udemy free download