a noite americana

A ‘noite americana’ é uma ferramenta criada pelo cinema hollywoodiano ainda em seus primórdios. A técnica, em inglês day for night, busca resolver um dos problemas fundamentais do cinema: como registrar imagens na película ou no sensor quando não há incidência de luz?

O truque envolve operações técnicas na câmera de filmagem, reduzindo a percepção da luz que, durante a filmagem, é abundante, seja naturalmente quanto artificialmente. Esse truque diz muito sobre a arte cinematográfica: para se filmar, é necessário sempre jogar luz sobre o seu assunto e, na maioria das vezes, impor ao espectador uma percepção artificial da realidade.

Inspirado por essa ideia, o cineasta francês François Truffaut filmou um de seus maiores clássicos. A Noite Americana (La Nuit Américaine, 1973) é um filme que acompanha a realização de um filme, chamado ‘Eu te apresento Pamela’, que é dirigido pela própria versão ficcional de Truffaut. Confuso?

O filme dentro do filme é um clichê, uma história de amor melodramática recheada de astros. O que está em jogo aqui é a própria paixão pelo cinema em sua realização: os embates, os encontros, os desafios e pequenas vitorias pelo caminho. Um set como um ambiente de encontros orgânicos, paixões e desentendimentos. E é claro, muita pressão.

para saber mais:

COMPARTILHE

OUTRAS DO BLOG